Inspira Parentalidade

Birras, para que te quero?

Olá Inspiração!

É usual acreditar que as crianças fazem birras principalmente para chatear ou irritar os pais. A verdade é que, geralmente, quando uma criança faz uma birra, os pais, quase inevitavelmente sentem-se tensos, nervosos ou frustrados. Mas, será o verdadeiro objetivo das crianças irritar os pais?

Uma criança quando faz uma birra pretende, sobretudo, exteriorizar de alguma forma o que está a sentir, seja através de gritos, bater, atirar objetos para o chão… Pense numa birra como uma forma de comunicação. É o modo que o seu filho encontrou de lhe dizer ou de lhe mostrar que algo se passa com ele e que não está a conseguir gerir o turbilhão de emoções.

Por isso, hoje sugerimos três dicas que poderá utilizar nesses momentos. Quando perceber que o seu filho está com um desafio emocional e que essa situação se está a manifestar através de uma birra, experimente fazer os passos seguintes:

1- Conecte-se com o seu filho. Esta é a principal tarefa a fazer: CO-NE-XÃO. É a qualidade da vossa relação que o vai ajudar a aprender a gerir o que sente e a querer cooperar consigo. Aproxime-se dele, coloque-se no nível dos seus olhos, toque-lhe no ombro gentilmente e diga-lhe palavras suaves que o façam acalmar e recuperar o equilíbrio emocional. Quando recuperar a tranquilidade, passe para a fase seguinte.

2- Comunique-lhe exatamente o que observou do seu comportamento, sem julgamentos, mostrando-se sempre disponível para o escutar com o coração. É importante que, sempre que possível, ajude o seu filho a desenvolver o seu vocabulário emocional e, ao mesmo tempo, a nomear as emoções. Diga algo como “vi que estás irritado/frustrado com alguma coisa. Queres contar-me o que se passa?”.

3- Procure desenvolver o raciocínio e a tomada de decisões no seu filho, evitando propor-lhe soluções e permitindo, sobretudo, que seja ele mesmo a encontrar possíveis resoluções para as situações.

É provável que no auge de uma birra não seja possível seguir estes três passos. No entanto, já lhe deixamos uma pista que irá ajudar a controlar e a gerir a birra: a co-ne-xão. Esta é a base da vossa relação. É a qualidade da conexão que estabelecem um com o outro que vai ajudar a criança a recuperar o seu equilíbrio emocional. Lembre-se: quando o seu filho menos merece, é quando mais precisa do seu amor incondicional, respeito, compreensão e apoio. Por isso, ao lidar com uma birra recorde sempre as intenções que definiu para o exercício da sua parentalidade.

Para saber mais sobre intenções parentais, poderá ler o artigo “Define a tua intenção” no separador “Inspira Parentalidade” e o artigo “Qual é a tua intenção” no separador “À melhor versão de Ti!”.

Um Sorriso,

Inspira Parentalidade!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s