E quando és tu quem faz a birra?

Olá Inspiração!

No outro dia fui eu que fiz birra…fiquei mesmo amuada!

Já não me lembro exatamente as razões do amuo, acho que as birras são mesmo assim…embirramos, amuamos e passado um bocado já não sabemos bem qual a razão do amuo.

Dei comigo a pensar que as Marisas deviam partilhar convosco este desabafo, e naquela altura até pensei em elaborar algumas estratégias para nós adultos ultrapassarmos as nossas birras, mas como estava amuada, não me ocorreu nada!

É verdade, nós adultos também fazemos muitas birras e nem sempre paramos para pensar nelas, mas como tenho a “mania” da auto-observação, resolvi parar para uma autoanálise. Claro que se o tivesse feito antes da birra, o amuo não teria acontecido.

Com os miúdos acontece o mesmo. Quantas vezes fazem birras e passado alguns instantes já não se passa nada?! A diferença é que as crianças ainda estão muitas vezes a tentar perceber as emoções e nós, adultos, já deveríamos dominá-las.

Da próxima vez que as nossas crianças fizerem uma birra, vamos tentar congelar esse momento, observar para além do “espetáculo” que estão a fazer, para além do comportamento que estão a ter. Tal como nós, elas também têm momentos em que estão mais cansadas, ansiosas, em que têm as emoções completamente desalinhadas. Nesses momentos, o nosso papel, será o de as ajudar a voltar ao seu equilíbrio emocional.

Mas, voltando à história… Sabem como superei a minha birra? Com o abraço apertado da minha filha mais velha, que me sussurrou ao ouvido “Desculpa mãe”. Foi nesse momento que caí na realidade e percebi…o melhor do mundo está nos meus braços, porquê perder tempo a dar importância ao que não tem importância nenhuma?

Quando os miúdos lá em casa fizerem birras…experimenta dar-lhes aquele abraço apertado e sussurrar-lhes ao ouvido “eu sei como te sentes”. Será neste momento, em que irás conseguir estabelecer a tal conexão. Para ficares a saber mais sobre a importância da conexão, lê o artigo “Birras, para que te quero?” que preparamos para ti no separador “Inspira Parentalidade”.

Partilha connosco os teus momentos de birras, queremos fazer parte da tua evolução e conhecer a tua história.

Um sorriso,

Inspira Parentalidade!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top