À melhor versão de ti

Fazer acontecer

Olá inspiração,

Parece que à nossa volta existiam tantas expectativas em relação ao ano 2021, Foi um ano desafiante o 2020. Houve muitas alterações necessárias à rotina de cada um e nós. Adaptações e, certamente, muitas superações. Houve tantos desafios e tantos confrontos com novas rotinas e diversas imposições, que fomos levados a desenvolver a nossa criatividade. E cá estamos nós!! Em 2021, cheios de esperança num caminho novo e melhorado. Mas sabes… não adianta aguardar que o mundo exterior te ensine o teu melhor caminho. Tens mesmo de ser tu, a olhar para o teu interior e a observar o que te motiva e inspira, quem deverá decidir os próximos passos da tua vida. Há quem goste de fazer listas, de atribuir prioridades, de deitar coisas fora, de comprar novos objetos ou mudar a disposição dos espaços físicos em que se encontra. Há quem simplesmente mentalize novos mantras e novos conceitos e os implemente sem alterar nada no espaço físico. Parece que não importa tanto o método de cada um, mas sim o “fazer acontecer”.

É isso mesmo, não adianta acreditar em recomeços ou mudanças se a nossa atitude e o nosso comportamento se mantiver o mesmo. O mesmo comportamento, leva aos mesmos resultados. Não precisamos querer mudar tudo de uma vez. Aliás… não temos, necessariamente, que mudar alguma coisa. Importa refletir se há algo em nós e na nossa vida que gostaríamos que fosse diferente. Identificar se isso depende de nós e se podemos fazer alguma coisa para que isso mude. Depois, identificar quais as crenças limitadoras que não nos permitem avançar. Procurar desfazer esses eventuais mal entendidos dentro de nós e identificar que recursos temos e precisamos para iniciar a mudança.

E avançar. Começar por dar pequenos passos ao encontro dessas mudanças, desses objetivos identificados. Fazer pequenas coisas que nos darão motivação para continuar e com o sucesso dessas pequenas coisas, avançar para coisas maiores, agora que já temos mais força interior, e depois, seguir… seguir sempre. Se precisarmos abrandar para repensar ou redefinir, que o façamos, sem julgamento.

São as pequenas conquistas e a valorização de pequenos feitos que nos permitem aumentar o nosso poder pessoal. O nosso amor próprio. É exatamente nas pequenas coisas que deixamos de apreciar ou dar atenção que nos vamos perdendo… vamos perdendo a nossa essência. Sim!! Nas pequenas coisas: observar o sorriso de uma criança, observar o brilho de um olhar, sentir o toque de uma mão, respirar profundamente que não chega a nós aquele cheiro característico de algo significativo (uma comida, um perfume, um lugar…), ao fazer a cama, todos os dias, antes de sair de casa, o passar o hidratante no corpo e no rosto. Cuidar! Cuidar de mim e do outro. Sair do chamado “piloto automático” e tomar consciência do aqui e do agora. E mentalizar todos os feitos que fazemos diariamente que deixamos de observar. Como se em cada inspiração pudéssemos recarregar as nossas “pilhas”. Então, cada vez mais empoderadas(os) avançamos no caminho repensado e definido. Avançamos e fazemos acontecer. Observando, sentindo e evoluindo.

Um sorriso,

À melhor versão de Ti!

Marisa Romero

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s