Tempo im(Perfeito)

Olá Inspiração!

Como assim já estamos em abril? Como assim já começou a Primavera?

Será que também tu tens sentido que o tempo parece passar mais rápido do que o habitual? Que apesar de tantas alterações nas rotinas diárias devido a estados implementados pelas circunstâncias, e de haver tantas restrições sobre rotinas antigas, o tempo parece esgueirar-se por entre os dedos e quase nem nos damos conta?

Não… o tempo não passa mais rápido. Esta unidade de medida permanece igual. Se o sentes dessa forma, então, és tu quem tem de abrandar. Parar e observar ao redor, as azáfamas em que mergulhaste e os compromissos que  assumiste contigo e com o Mundo, e verificar o que te está (eventualmente) a impedir de desfrutar daquele momento que tens saudade, daquela pausa que te preenche e carrega baterias, daquele sunset ou sunrise que recordas com nostalgia. O tempo que não pára, acaba por parecer “escasso”, pois a prioridade menos bem atribuída pode fazer deslocar momentos menos significativos. O que vai acontecer? A tua essência, a tua energia vai diminuir, porque aquilo que te preenche, te revigora, te faz sorrir e emanar a tua energia, não está a ser desfrutado como outrora… a unidade de medida “tempo” permanece igual, mas tu, podes ter mudado (nos teus ritmos internos e externos) sem te teres apercebido.

Momentos de balanço, de reflexão, de olhares mais profundos para dentro de ti, são urgentes!

Recorda: há quanto tempo foi que fizeste algo novo pela primeira vez? Está na hora de definir uma nova primeira vez? Ao ler estas palavras, sorris? Então, observa o teu coração… que ritmo tem agora? Que ideias estão a passar por ti nestes instantes? Mantém o sorriso e segue…! Gosto de sugerir que sigas… e de relembrar: “não tenhas pressa, mas não percas tempo!”

Se buscas perfeição, parece-me que não vais parar essa busca, pois o ser humano é insatisfeito por natureza. O ser humano quer sempre algo melhor ou diferente e a rotina e monotonia pode atormentar. Busca antes a satisfação, o prazer, o desenvolvimento pessoal, o crescimento e aprendizagem, ao teu ritmo e ao teu tempo, sem ir atrás das azáfamas alheias… enraíza e abranda.

Este é o tempo (im)Perfeito para isso!

Um sorriso,

à melhor versão de Ti!

Marisa Romero

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top